Descubra o que é esgotamento sanitário e como ele impacta nossa vida

Atualmente, muito vem sendo discutido sobre saneamento básico ou o quanto ele está interligado com a saúde pública. No entanto, o saneamento básico é composto de 6 eixos, dentre eles o esgotamento sanitário, foco deste artigo.

Depois que o esgoto sai da sua casa, ele percorre uma série de etapas até que possa retornar à natureza sem causar prejuízos. Porém, muitas vezes ocorre o uso incorreto da rede por parte da população, causando grandes transtornos.

 

Entenda, neste texto, o que é esgotamento sanitário, o impacto da sua ausência na saúde e dicas para um bom funcionamento deste sistema.

 

O que é o esgotamento sanitário?

O Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) é definido como um conjunto de obras e instalações destinadas a propiciar coleta, transporte, tratamento e o retorno do esgoto da comunidade, de forma adequada quanto ao padrão sanitário.

Para que isso ocorra de forma adequada, existem regras e normas que devem ser entendidas e seguidas. No Brasil, estas normativas são chamadas de NBR e existem algumas no que diz respeito ao esgotamento sanitário. A NBR 9648, por exemplo, normatiza o despejo líquido constituído de esgoto doméstico, industrial e pluvial

O esgoto doméstico é proveniente das nossas casas, composto basicamente por água de banho, excretas (urina e fezes), detergente, sabão e água de banho. O SES é projetado normalmente para este tipo de esgoto, que contém aproximadamente 99,9% de água e apenas 0,1% de sólidos.

Em função disso, é preciso que toda a população fique atenta para o descarte adequado do lixo, que não deve ser jogado em ralos e pias, incluindo restos de comida e óleo de cozinha.

 

Qual o impacto da ausência de um sistema de esgotamento sanitário?

A ausência de um sistema de esgotamento sanitário adequado possui grande impacto na saúde pública. São doenças que são facilmente transmitidas, onde as crianças são as mais afetadas.

Além disso, outros problemas sérios estão diretamente relacionados ao esgotamento sanitário, como a falta de infraestrutura e as contaminações do meio ambiente, que prejudicam a água, o solo e a vida dos animais e da vegetação ao redor.

 

Dicas para um bom funcionamento do esgotamento sanitário

Quando ocorre alguma obstrução na rede de esgoto, ocorrem prejuízos não só no funcionamento do sistema, mas também para a população e ao meio ambiente. Para que isso não ocorra, separamos algumas dicas fáceis que podemos colocar em prática e fazer a nossa parte! Confira:

  • raspar os restos de alimento e colocar no lixo antes de lavar a louça;
  • descartar corretamente o óleo de cozinha;
  • retirar os fios de cabelo ao se pentear ou fazer a barba na pia;
  • retirar os fios de cabelo que estejam presos no ralo;
  • usar peneiras em todos os ralos.

 

Sabemos que o poder público precisa ampliar o acesso a coleta e tratamento de esgoto. Porém, é importante que as pessoas saibam que elas podem contribuir para o bom funcionamento do sistema.

 

A CGM Engenharia é uma empresa que está no mercado há mais de 20 anos, atuando com soluções para o esgotamento sanitário, desde estudos de concepção deste tipo de sistema, projeto básico e executivo e estudo de transientes hidráulicos para linhas de recalque.

Conheça nosso portfólio e veja como já ajudamos muitos municípios brasileiros a terem uma melhor qualidade de vida por meio do esgotamento sanitário. Entre em contato!

 

CGM Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *